É estudado teletransportes em buracos negros

Primeiramente vamos discutir o que são os famosos buracos negros do universo, que por sua vez, são um espaço-tempo onde possui um campo gravitacional tão intenso que nem mesmo a luz escapa dele.

Novidades
2 meses atrás
É estudado teletransportes em buracos negros

Uma das concepções artísticas possivelmente mais próximas de um buraco negro real foi apresentada no filme Interestelar, de Christopher Nolan
Uma das concepções artísticas possivelmente mais próximas de um buraco negro real foi apresentada no filme Interestelar, de Christopher Nolan

Sua gravidade é tão grande que, eles tem a capacidade de comprimir uma matéria até que não tenha mais espaço entre os átomos.

Alguns cientistas acreditam que o tamanho dos buracos negros podem apresentar variações, desde o tamanho de um átomo até terem raios de poucos quilômetros e milhões de vezes a massa do Sol.

Em teoria, os buracos negros não “sugam” tudo o que está ao seu redor, porém, ele tem a capacidade de prender estrelas e planetas em órbitas espirais.

Para que alguma matéria seja de fato sugada, é necessário que esteja estabelecida uma distância mínima de seu centro, que é caracterizada como horizonte de eventos. Nesse caso, a mínima velocidade de escape é maior do que a velocidade da luz.

Buracos negros são derivados de estrelas
Buracos negros são derivados de estrelas

Buracos negros enlaçados equivalentes a função dos buracos de minhoca

Buracos de minhoca são muito parecidos com os buracos negros, porém eles servem como uma intercomunicação entre o espaço e o tempo, é como se ele possuísse duas “bocas” conectadas a uma “garganta”.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Maryland, EUA, existe a possibilidade de uma técnica de “transporte quântico” que pode impactar de maneira extraordinária na tecnologia.

Esses estudos tem como base em um fenômeno chamado “entrelaçamento quântico” que de forma resumida significa que, posta duas partículas entrelaçadas, quaisquer mudanças realizadas em uma delas, de forma automática, é refletida na outra, independente da sua distância.

Os cientistas estão estudando possibilidades que a partir deste fenômeno, consigam entrelaçar buracos negros ao invés de partículas, refletindo em uma espécie de portal. Desta forma, os buracos negros teriam as mesmas características de um buraco de minhoca, ou seja, um atalho para o outro lado, de forma que tudo o que seja “engolido”, instantaneamente, seja “cuspido” para outra região.

Atualmente, não temos a tecnologia necessária para criar um “buraco negro” dentro de um laboratório e mantê-lo intacto, devido a esse fator, foi proposto pelos pesquisadores Brian Swingle e Christopher Monroe que, seria possível a construção de circuitos quânticos análogos, pois eles funcionariam da mesma forma de um buraco negro, porém estariam em uma escala microscópica, trazendo facilidade para os estudos e pesquisas e possíveis alterações quânticas.

O que muda

A grande diferença das intervenções propostas dos pesquisadores e transportes quânticos já testados e demonstrados é que, a característica proposta do buraco negro é de desmontar a informação à medida que ela é ingerida, deixando-a criptografada e irreconhecível. Do outro lado, ela sairia decodificada, ou seja, pouparia gastos e tempo para uma etapa de transmissão de dados.

Já pensou como seria o funcionamento de um computador quântico?

Vamos retomar a tecnologias do cotidiano. Segundo pesquisadores, a rede de dados e o sistema proposto a um computador quântico são muito mais eficientes à um computador tradicional, sendo que, ao aparecimento de alguns problemas em que o computador clássico demoraria milhares de anos para desenvolver uma tecnologia que pudesse solucionar algo, o computador quântico o faria em apenas alguns segundos.

A rede de dados da comunicação também seria essencial e segura, não apenas pensando na tecnologia dos eletrônicos, mas sim para a tecnologia humana, pois se futuramente povoarmos outros planetas (em um futuro próximo) e até sistemas estelares, precisaríamos ter uma rede de comunicação que nos ligassem e que da mesma forma, fosse segura.

Buraco Negro, ainda há muito para estudar sobre eles.
Buraco Negro, ainda há muito para estudar sobre eles.

Os pesquisadores estão trabalhando de forma segura e ampla para que esse fenômeno do buraco negro se torne real. Já pensou se pudéssemos atravessar o espaço-tempo através de um portal? Ou realizar tecnologias que facilitariam muito se já saíssem codificadas e prontas? Essas são dúvidas que não querem calar, mas que podem esta próximas de serem respondidas.

Bagarai

Este é um blog criado para quem ama tecnologia, assim como nós do Bagarai, aqui você vai encontrar novidades sobre internet, celulares, aplicativos e muito mais...

Vamos Bater um Papo?