Home office é a melhor solução para tempos difíceis

Atualmente estamos passando por um pandemia mundial, onde os conselhos do ministério da saúde é, não sair de casa para quase nada, apenas para urgências e necessidades de extrema importância. E o mais importante, evitar aglomerações!

Novidades
2 meses atrás
Home office é a melhor solução para tempos difíceis

A geração nascida entre 1980 e 1999 nunca imaginou poder trabalhar ou estudar sem sair de casa não é mesmo? Isso já é uma realidade para muitos (mesmo antes da pandemia), basta um computador para entrar no mundo corporativo e realizar as suas tarefas e pendências.

Atualmente, um dos recentes problemas de ordem mundial e nacional têm voltado a discussões sobre o homeoffice e benefícios que o trabalho remoto traria nessas épocas de surto. Na China, as grandes empresas tiveram que adotar o modelo de homeoffice, para evitar que a população se contamine pelo COVID-19 no percurso de casa ao trabalho.

Aqui no Brasil, muitas empresas começaram a optar pelo homeoffice, devido ao surto da doença e a muitas enchentes que tiveram em São Paulo ultimamente, impossibilitando de que os trabalhadores chegassem à empresa.

Atualmente algumas empresas optam por dividir em grupos, ou seja, uma parte da equipe fica em casa realizando os trabalhos necessários e a outra parte vai para a empresa, fazendo assim um rodízio entre os funcionários e evitando aglomerações no âmbito empresarial.

Normalmente o grupo que fica designado a ir até a empresa, é o grupo responsável por documentos e arquivos que precisam ser assinados ou sistemas em que só consegue usufruir na própria empresa.

Mercado de trabalho e a nova geração

Os jovens nascidos entre nos últimos 25 anos, estão entrando agora no mercado de trabalho, sendo algumas exceções, já estarem atuando no mercado bem antes.

Homeoffice e mercado de trabalho para quem é mais jovem pode ser um novo meio de trabalho
Homeoffice e mercado de trabalho para quem é mais jovem pode ser um novo meio de trabalho

Segundo Daniel Schwebel, country manager da Workana (uma das maiores plataformas de conexão entre freelancers e empresas da América Latina), esses jovens tem mais facilidade e acesso ao trabalho remoto e freelancers. Daniel afirma que esse acontecimento ocorre porque há uma nova leva de oportunidades, trazida pela tecnologia, e esses jovens são parte desse espírito de tempo, o zeitgeist (termo alemão cuja a tradução significa espírito da época).

De acordo com Schwebel, a concepção de trabalho nos dias atuais mudará, um dos exemplos que a country manager traz é que, há 50 anos, o que os nossos pais faziam, eram com uma dependência total da presença física da pessoa, ou seja, os trabalhos demandavam a presença de todos para fazer acontecer, não tínhamos a tecnologia a nosso favor trazendo fácil acesso a comunicação e sistemas operacionais, por exemplo: para manusear uma máquina, antigamente, dependia de pessoas para configurar a programação e hoje, dependendo do serviço, você consegue configurar por computadores e sistemas operacionais disponíveis em alguma plataforma. Ele visa também que, os problemas que deveriam ser resolvidos pessoalmente, podem facilmente serem resolvidos através de casa ou o lugar que esteja trabalhando.

Homeoffice: produtividade e facilidade

Além de benefícios de fácil acesso e praticidade ao trabalhar remotamente, as condições em que o país se encontra, demanda de que as pessoas de média idade precisem de uma economia maior, ou seja, conforme forem ficando mais velhas ainda precisem trabalhar, o homeoffice é uma opção para trazer qualidade de vida e manter a economia, sem que seja necessário um deslocamento do funcionário até o trabalho.

O trajeto de casa ao trabalho as vezes influencia de forma negativa na vida do trabalhador, tendo em vista de que são gastos de 2 a 3 horas por dia só pelo deslocamento, sendo que esse tempo pode ser aproveitando para resolver alguma pendência do trabalho e não acaba com a disposição do trabalhador, fazendo com que ele tenha mais eficiência em suas tarefas diárias.

Foi observado que as vezes o âmbito empresarial talvez não seja tão saudável quanto trabalhar de casa pois, o convívio de pessoas, o espirito de competitividade, comentários aleatórios e o “clima” não agradável entre as pessoas podem facilmente prejudicar a saúde mental do trabalhador, existem inúmeros problemas e estresses gerados no ambiente de trabalho, trazendo alguns problemas para a vida pessoal de alguns funcionários.

A realização do trabalho remoto mostra que os funcionário ficam até mais felizes, pois estão em ambientes e perto de pessoas em que deseja estar, contanto que saibam restringir os horários de trabalho da maneira correta e administrar o seu tempo. Também evidencia que você consegue selecionar pessoas com novos talentos, pois afirma que o homeoffice traz qualidade de vida para os funcionários contratados, e mesmo que pareça imaterial, é um ponto muito significativo para Schwebel.
Novos desafios para as empresas

Para que seja possível a realização do trabalho remoto, a empresa deverá ter estruturas e sistemas voltado para este tipo de serviço, pois todos os arquivos e trabalhos disponíveis já estão armazenados na nuvem, ou seja, essa realidade já está incluída indiretamente nas empresas, só falta um passo, o homeoffice.

Bem estruturado, o profissional poderá render até mais do que se estivesse presencialmente na empresa.
Bem estruturado, o profissional poderá render até mais do que se estivesse presencialmente na empresa.

Segundo Schwebel, as ferramentas fundamentais para que esse trabalho ocorra é, um computador conectado à internet e proteção máxima das informações. Para os bancos por exemplo, seria um grande desafio para desenvolver ferramentas que o funcionário pudesse acessar pelo seu computador pessoal, porém com sigilo total das informações e o máximo de cautela para não vazar informações que não devem, fazendo com que seja um modelo e trabalho com demora a ser adotado, assim como outros trabalhos que demandam do físico e da prática. Além deste desafio para empresa, é importante saber selecionar pessoas corretas para a realização desses trabalhos.

Por isso, a ferramenta de VPNs, ainda em desenvolvimento, são importantes para a viabilidade desse novo modelo de trabalho, pois o sistema reconhece e consegue ver quais o acessos que o funcionário teve dentro do sistema e controlar cada entrada com login e senha.
Schwebel afirma que o homeoffice é um modelo de trabalho a ser adotado muito competitivo e que já esta em planejamento de muitos gestores empresariais, algumas empresas ainda não adotaram este modelo por motivos de tecnologia ou segurança da informação. Algumas das empresas já começaram com a tecnologia de facilitar o trabalho com funcionários remotos em co-working, por exemplo.

Pontos a serem considerados

Embora o homeoffice seja um trabalho dos sonhos, de fato que é para as empresas e funcionários, existem alguns pontos importantes para que seja possível a realização dos trabalhos quase 100%. É de extrema importância que os funcionários sejam proativos, ou seja, independente do local que “escolheram” para trabalhar, é exigido eficiência e qualidade no serviço realizado, que ele saiba, diante de um problema, selecionar a solução que melhor se enquadra naquela situação.

O horário de trabalho e comprometimento com o mesmo também conta com um ponto muito importante, ou seja, que o funcionário não se “acomode” por saber que está em casa, horários e regras deverão ser cumpridos.

Um terceiro ponto também observado é a comunicação entre funcionários, clientes, co-workings, coordenadores e chefes, alguns talvez por chats, e-mails e/ou telefones, esse fácil acesso pode trazer mal-entendidos, então antes que alguma atitude seja tomada em cima daquilo que o funcionário entendeu, é bom reforçar o que está e de que forma aquele serviço está sendo proposto, para então, não haver confusões na hora de tomadas de decisões e realizações de serviços.

Bagarai

Este é um blog criado para quem ama tecnologia, assim como nós do Bagarai, aqui você vai encontrar novidades sobre internet, celulares, aplicativos e muito mais...

Vamos Bater um Papo?