Resumo sobre características do barroco na literatura

O Barroco foi um movimento cultural que teve início no final do século XVI na Itália e se espalhou por toda a Europa, incluindo Portugal e o Brasil. Na literatura, o Barroco é caracterizado por uma linguagem rebuscada, complexa e com uma forte carga de emoção e expressividade. Neste texto, faremos um resumo sobre o Barroco na literatura, abordando suas características, principais autores e obras.

Educação
10 meses atrás
Resumo sobre características do barroco na literatura

Este foi um movimento cultural importante que deixou um legado significativo na literatura mundial. Na literatura, o Barroco é caracterizado por uma linguagem rebuscada, expressividade e uma forte carga de emoção e dualidade. Luís de Camões, Gregório de Matos, Francisco de Quevedo e Sor Juana Inés de la Cruz são alguns dos principais autores Barrocos da literatura. Obras como “Os Lusíadas”, “Prosopopeia”, “Obra Poética”, “Sueños” e “La Peregrina” são exemplos da importância e da riqueza da literatura Barroca.

Características do Barroco na literatura

Pintura de Camões lendo "Os Lusíadas", por António Carneiro
Pintura de Camões lendo “Os Lusíadas”, por António Carneiro

A literatura Barroca é marcada por uma série de características que a distinguem de outros movimentos literários. Algumas das principais características do Barroco na literatura são:

  • Linguagem rebuscada: A linguagem utilizada pelos autores Barrocos é extremamente complexa e elaborada, com um uso frequente de figuras de linguagem, metáforas e outras formas de expressão.
  • Expressividade: A literatura Barroca é extremamente expressiva, com uma forte carga emocional. Os autores buscavam transmitir sentimentos intensos aos leitores, utilizando a linguagem como meio para isso.
  • Contraste: O Barroco é marcado pelo contraste entre elementos opostos, como o belo e o feio, o claro e o escuro, o sagrado e o profano.
  • Dualidade: A dualidade é uma das principais características do Barroco. Os autores exploram a dualidade entre o mundo terreno e o espiritual, entre a razão e a emoção, entre a vida e a morte.
  • Foco no humano: A literatura Barroca tem um forte foco no ser humano, em suas emoções, anseios e fraquezas. Os autores retratam a condição humana de forma intensa e dramática.

Principais autores do Barroco na literatura

O Barroco produziu uma série de grandes escritores que deixaram um legado importante para a literatura mundial. Alguns dos principais autores do Barroco na literatura são:

  • Luís de Camões: Considerado o maior poeta português de todos os tempos, Camões é autor de obras como “Os Lusíadas”, que retrata a história dos descobrimentos portugueses.
  • Gregório de Matos: Conhecido como “Boca do Inferno”, Gregório de Matos é considerado um dos maiores poetas Barrocos do Brasil. Sua obra é marcada pela crítica social e política.
  • Francisco de Quevedo: Autor espanhol, Quevedo é conhecido por sua linguagem rebuscada e por sua obra “Sueños”, uma coletânea de contos fantásticos.
  • Sor Juana Inés de la Cruz: Poetisa mexicana, Sor Juana é considerada uma das maiores escritoras da América Latina. Sua obra é marcada pela defesa dos direitos das mulheres e pela crítica social.

Principais obras do Barroco na literatura

O Barroco produziu uma série de obras importantes que se tornaram clássicos da literatura mundial. Algumas das principais obras do Barroco na literatura são:

  • Os Lusíadas“, de Luís de Camões: Considerado um dos maiores épicos da literatura portuguesa, “Os Lusíadas” retrata a história dos descobrimentos portugueses e é um exemplo da linguagem rebuscada e da expressividade típicas do Barroco.
  • Prosopopeia“, de Bento Teixeira: Publicada em 1601, “Prosopopeia” é considerada a primeira obra Barroca da literatura brasileira. A obra é marcada pela linguagem rebuscada e pela expressividade característica do movimento.
  • Obra Poética“, de Gregório de Matos: A obra de Gregório de Matos é uma das mais importantes da literatura brasileira. Sua poesia é marcada pela crítica social e política e pela expressividade típicas do Barroco.
  • Sueños“, de Francisco de Quevedo: “Sueños” é uma coletânea de contos fantásticos escritos por Quevedo. A obra é marcada pela linguagem rebuscada e pela dualidade característica do Barroco.
  • La Peregrina“, de Sor Juana Inés de la Cruz: “La Peregrina” é uma das obras mais importantes de Sor Juana Inés de la Cruz. A obra é marcada pela defesa dos direitos das mulheres e pela crítica social.

Barroco no Brasil

O Barroco no Brasil foi um período de grande efervescência cultural que marcou a história da arte e da literatura no país. Esse movimento teve início no final do século XVI, com a chegada dos primeiros colonizadores portugueses, e se estendeu até o século XVIII, quando o Brasil já havia se tornado uma nação independente.

O Barroco brasileiro teve características próprias, diferenciando-se do Barroco europeu em muitos aspectos. Enquanto o Barroco europeu era marcado pela exuberância ornamental, pela grandiosidade das formas e pela preocupação com a representação da religiosidade e do poder político, o Barroco brasileiro era mais voltado para a expressão da emoção, da sensualidade e da religiosidade popular.

Nas artes plásticas, o Barroco brasileiro foi representado por artistas como Aleijadinho e Mestre Valentim, que deixaram um legado de obras grandiosas, como as esculturas de santos em madeira e pedra sabão. A arquitetura barroca também teve grande importância nesse período, com a construção de igrejas e palácios suntuosos, como a Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto e o Palácio dos Governadores em Salvador.

Na literatura, o Barroco brasileiro foi marcado pela poesia de Gregório de Matos, considerado o maior poeta barroco do Brasil. Sua obra, que apresentava um tom satírico e irreverente, retratava a sociedade colonial e seus vícios, denunciando a corrupção e a hipocrisia da elite colonial.

Além de Gregório de Matos, outros autores importantes desse período foram Padre Antônio Vieira e Bento Teixeira, que escreveram em prosa e verso, retratando temas religiosos e históricos, e incorporando elementos da cultura popular brasileira em suas obras.

O Barroco no Brasil teve ainda uma grande importância na música, com a criação de obras grandiosas como as óperas de Antônio José da Silva, conhecido como o “Judeu”, e a produção de músicos como Padre José Maurício Nunes Garcia, que deixaram um legado importante na história da música brasileira.

Apesar de ter tido uma forte influência na cultura brasileira, o Barroco brasileiro foi um movimento marcado pela contradição, uma vez que ocorreu em um período de grande exploração e opressão da população indígena e negra. Por isso, muitos críticos argumentam que o Barroco brasileiro pode ser visto como uma forma de resistência cultural, uma vez que permitiu que os povos colonizados se expressassem de maneira própria e singular, apesar das condições adversas.

Em resumo, o Barroco no Brasil foi um movimento artístico e literário marcado pela expressão da emoção, da sensualidade e da religiosidade popular, que deixou um legado importante na história da cultura brasileira. Apesar das contradições e desigualdades da época, o Barroco brasileiro pode ser visto como uma forma de resistência cultural, que permitiu que os povos colonizados se expressassem e deixassem sua marca na história do país.

*Com informações da Wikipédia, Funarte e BNDigital.

Bagarai

Este é um site criado para quem ama ficar bem inforado, assim como nós do Bagarai. Aqui você vai encontrar novidades sobre internet, celulares, aplicativos e muito mais...

Vamos Bater um Papo?