Veja o que muda com a nova política de privacidade do WhatsApp

A nova política do WhatsApp vem sendo anunciada desde o mês de Janeiro de 2021. La conta com algumas mudanças, principalmente em questões de compartilhamento de dados com o app Facebook, que passará a ser maior.

Novidades
1 mês atrás
Veja o que muda com a nova política de privacidade do WhatsApp

Ultimamente a empresa tem mantido e melhorado algumas configurações do app, e investido mais nos compartilhamento de dados entre as redes sociais através de uma nova ferramenta. Tudo isso visando melhorar e otimizar o funcionamento dos aplicativos.

A nova política de privacidade possui algumas outras mudanças, e alguns usuários não ficaram muito contentes com essas novas atualizações. Devido a algumas repercussões, foi adiado esses novos processos de política do Whatsapp.

O app Whatsapp

O WhatsApp já é usado e amado por mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.
O WhatsApp já é usado e amado por mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

Como todos sabem, o Whatsapp é um aplicativo de mensagem que veio pra substituir o MSN, SMS, e facilitar nas conversações de pessoas do mundo inteiro. O aplicativo foi fundado em 2009, e desde então com as suas mudanças, e inovações ele foi se aprimorando e hoje é o chat mais utilizado do mundo.

Atualmente, ele é o aplicativo número um de mensagens no Brasil, e no mundo inteiro ele possui pelo menos 2 bilhões de usuários no mundo. Então, basicamente, pessoas do mundo inteiro conseguem se conectar através da plataforma.

Com avanços tecnológicos, o app também teve grandes investimentos, como nas configurações de chamada de vídeo, status que ficam por 24h, ferramentas de segurança como verificação em duas etapas, entre outros sistemas.

Quais serão as mudanças?

O Brasil lidera o ranking de países que mais consomem notícias via WhatsApp, de acordo com um levantamento do Instituto Reuters, que coletou dados de 38 nações, em 2019. Por aqui, 53% dos internautas utilizam o WhatsApp para se informar, o maior índice entre os 38 países pesquisados.
O Brasil lidera o ranking de países que mais consomem notícias via WhatsApp, de acordo com um levantamento do Instituto Reuters, que coletou dados de 38 nações, em 2019. Por aqui, 53% dos internautas utilizam o WhatsApp para se informar, o maior índice entre os 38 países pesquisados.

As principais mudanças estão relacionada a interações de dados com aplicativos da mesma rede, que no caso é o Facebook e o Instagram. Então a ideia é a troca dessas informações com as empresas, atuando no gerenciamento e armazenamento dessas conversas.

Basicamente, as principais alterações são essas, mas como falamos anteriormente, alguns usuários não ficaram tão contentes com essas novas atualizações. De acordo com as informações da empresa, os usuários que não aceitarem a nova política, continuarão tendo acesso a sua conta por pelo menos 90 dias, a partir do dia 15 de maio.

Essas novas mudanças acabam vindo para tentar dar praticidade aos compartilhamento de dados entre os usuários. Então, cada vez mais, o app investe em ferramentas de otimização.

Sou obrigado a aceitar a nova política?

A obrigatoriedade está sendo válida em diversos países, inclusive no Brasil. Os únicos que não estão obrigando os usuários a aceitarem a nova política, são nos países da União Europeia e no Reino Unido, e isso se dá por conta da lei de proteção de dados local, sendo a GDPR.

Ainda há pesquisas e investigações em aberto pelas autoridades Brasileiras, em base da Lei Geral de Proteção aos Dados, para comprovar e há ou não violação de dados e direitos aos usuários. Porém, como isso ainda não acontece, quem não aceitar os termos, continuará tendo um funcionamento normal durante 90 dias.

É preciso ter toda a certeza e comprovar a fundo os objetivos e estratégias dessa nova política, e além disso, as alternativas estão aí, onde muitos usuários estão migrando para novos apps de conversação como Telegram, e Signal.

Conclusões

Usuários que não gostaram da nova política podem migrar para outras alternativas como o Telegram ou o Signal
Usuários que não gostaram da nova política podem migrar para outras alternativas como o Telegram ou o Signal

O Whatsapp então está por vir com diversas atualizações, e a nova política de privacidade já entrou em vigor desde o mês de fevereiro deste ano. Com esse novo sistema, será possível compartilhar dados com o Facebook e Instagram, e assim as lojas que funcionam via app, conseguem direcionar seus anúncios nas respectivas redes.

Usuários que não gostaram da nova política podem migrar para outras alternativas como o Telegram ou o Signal, que por sinal, acabou aumentando o download de novos usuários no aplicativo em pelo menos milhões de instalações.

Conforme as autoridades brasileiras forem investigando novas políticas e proteção de dados do usuário, e enquanto isso não acontece, os usuários ainda podem utilizar da ferramenta nos próximos 90 dias, contando a partir do dia 15 de maio.

Bagarai

Este é um blog criado para quem ama tecnologia, assim como nós do Bagarai, aqui você vai encontrar novidades sobre internet, celulares, aplicativos e muito mais...

Vamos Bater um Papo?